segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Tv Escola: Poetas do repente

1

2


3


4

Fonte: TV Escola

Enem 2016 - questões de História comentadas

Acessem o link a seguir e confiram a resolução das questões de História!

e deixem nos comentários suas respostas!

http://www.ensinarhistoriajoelza.com.br/enem-2016-historia/



Exame Nacional do Ensino Médio: experiência própria

Vídeo produzido por Abraão Segundo

acessam o canal e curtam os outros vídeos!

---------------------------------REDES SOCIAIS-------------------------------------------------
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/abraao_segu...
TWITTER: https://twitter.com/AbraaoSegundo
FACEBOOK: https://www.facebook.com/AbraaoSegundo
SNAP - abraaosegundo 
CONTATO: abraaosegundo@hotmail.com

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Revisão 2ª Guerra Mundial

1 - UFSE A escalada militarista, a falência dos organismos internacionais, o “apaziguamento”, o isolacionismo norte-americano e o colapso da diplomacia foram decisivos para desencadear a:
a) Guerra Fria.
b) Guerra do Golfo.
c) Revolução Russa.
d) Primeira Guerra Mundial.
e) Segunda Guerra Mundial.
2 - UFPR Referindo-se ao conflito que começou com a guerra da Inglaterra e França contra a Alemanha em 1939, Winston Churchill afirmava em discurso no Parlamento, em 21 de agosto de 1941: “Esta guerra, de fato, é uma continuação da anterior.” Pode-se afirmar que esta perspectiva de análise é acertada, uma vez que:
a) (C)(E) os países vencedores da Primeira Guerra Mundial tiveram um comportamento revanchista em relação à Alemanha, principalmente a França, que sempre temeu a recuperação política e econômica daquele país, seu tradicional inimigo.
b) (C)(E) as indenizações exigidas pelos vencedores da Primeira Guerra Mundial foram tão pesadas que, somadas às outras cláusulas do Tratado de Versalhes, criaram na Alemanha um clima de ressentimento que alimentou a ascensão nazista.
c) (C)(E) a situação interna da Alemanha, cuja recuperação após 1919 repousava em bases frágeis, deteriorou-se acentuadamente diante das conseqüências do “crack” da Bolsa de Nova York em 1929.
d) (C)(E) o enfraquecimento pela derrota não impediu que a Alemanha, durante o período 1919-1939, reativasse sua influência sobre a Europa Central.
e) (C)(E) derrotada na Primeira Grande Guerra e face à instabilidade política durante a década de 1920, a Itália adotou o fascismo após a crise econômica de 1929.
3 - IESB-DF Tendo em mente o contexto alemão, em que se deu o surgimento do nazismo, a ascensão de Hitler ao poder e o desenrolar da Segunda Guerra Mundial, julgue os itens seguintes como verdadeiros ou falsos.
a) (C)(E) Nos primeiros tempos do III Reich, grande parte da população da Alemanha desaprovava as medidas que transformavam os judeus alemães numa segregada subclasse sem direitos e garantias.
b) (C)(E) Na década de 1930, a intensificação das ações anti-semitas, parte da política racista desenvolvida pelos nazistas, provocou o êxodo em massa de intelectuais e elementos de esquerda de origem judaica.
c) (C)(E) A “solução final” do problema judeu, durante quase todo tempo de existência do III Reich, limitou-se à expulsão e banimento dos indesejáveis em um mundo essencialmente ariano; o extermínio em massa somente ocorreria em 1945, quando já era visível a derrota da Alemanha.
d) (C)(E) As atrocidades que acompanharam o extermínio em massa de judeus, resultante do racismo hitlerista, é uma prova da arrogante e agressiva hostilidade do nacional-socialismo aos valores da civilização até então concebidos.
e) (C)(E) Sepultado com o edifício nazista que desmoronou ao final da Segunda Guerra Mundial, o anti-semitismo foi banido definitivamente do território alemão por força de um eficiente dispositivo constitucional votado em 1946.
4 - UFCE Observe as afirmativas abaixo a respeito da política de terror implantada durante o período de ocupação nazista na Europa.
I. O terror nazista não apenas se evidenciou no rapto de pessoas ou na rapina de recursos como também na execução indiscriminada de elites políticas e culturais dos países dominados, já que estas poderiam ser um eventual perigo para o dominador.
II. Sob o eufemismo de “solução final” os nazistas organizaram uma política implacável de extermínio dos judeus, que incluía trabalhos forçados, torturas, execuções em massa e experiências ditas científicas em cobaias humanas.
III. A Alemanha nazista arrebanhou indivíduos de muitos lugares para colocá-los em vagões de carga rumo aos trabalhos forçados. Beneficiária deste ato de barbárie era a burguesia industrial, sustentáculo do nazismo em virtude da política anticomunista.
IV. Os atos de barbárie praticados pelos nazistas devem ser entendidos como reação aos gestos conspiratórios, como a tentativa de assassinato contra Hitler no quartel general da Prússia Oriental, movida pela questão ideológica.
Sobre as afirmativas acima, é correto dizer:
a) I, II e III são verdadeiras..
b) I e III são verdadeiras.
c) I, III e IV são verdadeiras.
d) I e IV são verdadeiras
e) II e IV são verdadeiras.
5 - PUC-SP O período que separou a Primeira Guerra Mundial da Segunda Guerra Mundial caracteriza-se, entre outras coisas,
a) pela radicalização política entre esquerda e direita; no primeiro caso, destaca-se a vitória do projeto bolchevique na Revolução Russa, no segundo, a ascensão do nazi-fascismo em várias partes da Europa.
b) pelos contrastes econômicos no ocidente, havendo avassaladora crise econômica na Europa e tranqüilidade e progresso financeiro contínuo nos Estados Unidos e nos países latino-americanos.
c) pela presença de governos democráticos e política exterior de neutralidade e autonomia em toda a América Latina, destacando-se o peronismo na Argentina, o varguismo no Brasil e o cardenismo no México.
d) pelos constantes enfrentamentos políticos e armados entre defensores do predomínio militar norte-americano, representado pela OTAN, e os partidários da União Soviética, líder do Pacto de Varsóvia.
e) pelas ações intervencionistas desenvolvidas por algumas das potências mundiais, manifestas, por exemplo, na presença francesa e inglesa no norte da África ou na participação norte-americana na Guerra do Vietnã.




6 - PUC-RJ As duas grandes Guerras Mundiais foram travadas a partir de contextos políticos muito diferentes. No entanto, é possível identificar certas continuidades entre os dois conflitos.
Sobre essas semelhanças, podemos afirmar que:
a) (C)(E) ambas as guerras tiveram início nas agitações e turbulências políticas promovidas por grupos nacionalistas nos Balcãs. O nacionalismo étnico da Sérvia e da Bósnia foram o estopim para as ações militares que deram origem aos conflitos mundiais;
b) (C)(E) as duas guerras envolveram a participação da maioria dos cidadãos dos países envolvidos, atingindo indiscriminadamente a população civil. A mobilização de tão grande contingente humano foi possível graças ao uso ampliado de meios de comunicação de massa;
c) (C)(E) nas duas Guerras Mundiais, o emprego de armamentos em escala maciça exigiu a rápida conversão de grande parte das indústrias dos países envolvidos para a produção bélica;
d) (C)(E) as duas guerras estão diretamente relacionadas às crises sociais típicas do capitalismo imperialista que, reduzindo a oferta de empregos fazem fracassar as políticas econômicas dos principais países industrializados.
7 - Unifor-CE Considere as afirmativas sobre as transformações no cenário político-econômico mundial que foram conseqüências da Segunda Guerra Mundial.
I. Os maiores beneficiários da guerra foram os Estados Unidos, pois devido a seu isolamento, puderam realizar a sua Primeira Revolução Industrial.
II. Para a Europa, o legado da guerra foi devastador, com uma terrível destruição em termos de vidas e de bens materiais e uma profunda crise ideológica e moral.
III. As duas superpotências, à frente da respectiva esfera de influência, passaram a dar as cartas no jogo político internacional.
IV. Em termos políticos, no período posterior à guerra, surgiram partidos que não propuseram soluções à crise econômica, política e financeira na Europa.
V. Um dos fatos mais marcantes ocorrido após a guerra foi a descolonização da África e da Ásia, com o desmoronamento dos grandes impérios coloniais europeus e o surgimento de novas nações independentes nesses dois continentes.
São corretas SOMENTE
a) I, II e IV d) II, III e V
b) I, II e V e) III, IV e V
c) I, III e IV
8 - UFMG Sobre a Segunda Guerra Mundial é correto afirmar que
I. para compensar o desgaste financeiro com a guerra, a Alemanha tendia às suas necessidades de abastecimento com o saque de produtos agrícolas, minerais, obras de arte, equipamentos, petróleo, além da exploração de mão-de-obra dos territórios anexados ou ocupados.
II. Inglaterra, Estados Unidos e União Soviética se reuniram nas conferências de Teerã e Ialta, onde decidiram o desmembramento da Alemanha e a divisão do mundo em áreas de influência dos Estados Unidos e da União Soviética.
III. com exceção dos combates entre Japão e Estados Unidos, a guerra foi um conflito concentrado em território europeu, envolvendo países e exércitos europeus, sem atingir outras regiões.
IV. na África e Ásia a guerra provocou o fortalecimento da política neocolonial e, na América Latina, especialmente na Argentina, o empobrecimento econômico, decorrente da transferência de riqueza para pagar parte dos custos do conflito.
Assinale a alternativa correta.
a) Apenas II e IV. c) Apenas I e III.
b) Apenas III e IV. d) Apenas I e II.
9 - (ENEM-2008) Em discurso proferido em 17 de março de 1939, o primeiro-ministro inglês à época, Neville Chamberlain, sustentou sua posição política: “Não necessito defender minhas visitas à Alemanha no outono passado, que alternativa existia? Nada do que pudéssemos ter feito, nada do que a França pudesse ter feito, ou mesmo a Rússia, teria salvado a Tchecoslováquia da destruição. Mas eu também tinha outro propósito ao ir até Munique. Era o de prosseguir com a política por vezes chamada de ‘apaziguamento europeu’, e Hitler repetiu o que já havia dito, ou seja, que os Sudetos, região de população alemã na Tchecoslováquia, eram a sua última ambição territorial na Europa, e que não queria incluir na Alemanha outros povos que não os alemães.” (Internet: com adaptações). Sabendo-se que o compromisso assumido por Hitler em 1938, mencionado no texto acima, foi rompido pelo líder alemão em 1939, infere-se que
(A) Hitler ambicionava o controle de mais territórios na Europa além da região dos Sudetos;
(B) a aliança entre a Inglaterra, a França e a Rússia poderia ter salvado a Tchecoslováquia;
(C) o rompimento desse compromisso inspirou a política de ‘apaziguamento europeu’;
(D) a política de Chamberlain de apaziguar o líder alemão era contrária à posição assumida pelas potências aliadas;
(E) a forma que Chamberlain escolheu para lidar com o problema dos Sudetos deu origem à destruição da Tchecoslováquia;
10 – (QUESTÃO 48 ENEM 2009) A Idade Média é um extenso período da História do Ocidente cuja memória é construída e reconstruída segundo as circunstâncias das épocas posteriores. Assim,
desde o Renascimento, esse período vem sendo alvo de diversas interpretações que dizem mais sobre o contexto histórico em que são produzidas do que propriamente sobre o Medievo. Um exemplo acerca do que está exposto no texto acima é:

a) a associação que Hitler estabeleceu entre o III Reich e o Sacro Império Romano Germânico.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Religiões afro-brasileiras: Atividades

Leia atentamente as informações abaixo:
Texto 1
Candomblé - Religião afro-brasileira que cultua os orixás, deuses das nações africanas de língua ioruba dotados de sentimentos humanos como ciúme e vaidade. O candomblé chegou ao Brasil entre os séculos XVI e XIX com o tráfico de escravos negros da África Ocidental. Sofreu grande repressão dos colonizadores portugueses, que o consideravam feitiçaria. Para sobreviver às perseguições, os adeptos passaram a associar os orixás aos santos católicos, no sincretismo religioso. Por exemplo, Iemanjá é associada a Nossa Senhora da Conceição; Iansã, a Santa Bárbara, etc. As cerimônias ocorrem em templos chamados territórios. Sua preparação é fechada e envolve muitas vezes o sacrifício de pequenos animais. São celebrados em língua africana e marcadas por cantos e o ritmo dos atabaques (tambores), que variam segundo o orixá homenageado. No Brasil, a religião cultua apenas 16 dos mais de 300 orixás existentes na África Ocidental.
Texto 2
Umbanda - Religião brasileira nascida no Rio de Janeiro, nos anos 20, da mistura de crenças e rituais africanos e europeus. As raízes umbandistas encontram-se em duas religiões trazidas da África pelos escravos: a cabula, dos bantos, e o candomblé, na nação nagô. A umbanda considera o universo povoado de entidades espirituais, os guias, que entram em contato com os homens por intermédio de um iniciado (o médium), que os incorpora. Tais guias se apresentam por meio de figuras como o caboclo, o preto-velho e a pomba-gira. Os elementos africanos misturam-se ao catolicismo, criando a identificação de orixás com santos. Outra influência é o espiritismo kardecista, que acredita na possibilidade de contato entre vivos e mortos e na evolução espiritual após sucessivas vidas na Terra. Incorpora ainda ritos indígenas e práticas mágicas europeias.
1 – O Candomblé tem sua origem em qual dessas nações?
a) Iorubás
b) Cuxita
c) Borês
d) Ananasis
2 – Como o Candomblé chegou ao Brasil?
_________________________________________________________________________________________________________________________
3 – Iemanjá e Iansã tem representações de santas católicas. De acordo com o texto quem são elas?
_________________________________________________________________________________________________________________________
4 – A Umbanda tem sua origem na África, porém ela também é considerada uma afro-brasileira. Assinale a alternativa que apresenta o estado brasileiro em que nasceu a Umbanda.
a) Bahia
b) Pernambuco
c) Espírito Santo
d) Rio de Janeiro
5 – De acordo com o texto como os guias (médiuns) se apresentam no ritual religioso?
_________________________________________________________________________________________________________________________
6 - Os elementos africanos misturam-se a várias outras formas religiosas. A esse processo chamamos de sincretismo religioso. Quais as formas religiosas que estão na Umbanda que não são de origem africana?
_________________________________________________________________________________________________________________________
Analise o mapa:
7 – Quais os dois grandes povos que foram trazidos para a escravidão no Brasil de origem africana?
_________________________________________________________________________________________________________________________
8 – Quais as principais cidades brasileiras que receberam esses escravos de origem africana?
_________________________________________________________________________________________________________________________


Leia os seguintes trechos das canções e depois respondam as questões 9 e 10:
I - “Iansã penteia
Os seus cabelos macios
Quando a luz da lua cheia
Clareia as águas do rio
Ogum sonhava
Com a filha de Nanã
E pensava q as estrelas
Eram os olhos de Iansã

II – “Eu vi mamãe oxum na cachoeira
Sentada na beira do rio
Colhendo lírio lirulê
Colhendo lírio lirulá
Colhendo lírio
Pra enfeitar o seu conga”

III – “É, me querendo fez pedido pro meu santo, é
Sem saber se debruçou no mesmo manto onde eu me
deitei
E pra Xangô me dediquei, é
Eu sempre me preocupei com o meu destino, é
Trago no sorriso aberto o desatino que vem da paixão
Pra iludir meu coração”.

9 – Quais os Orixás estão presentes nas canções descritas acima?
_________________________________________________________________________________________________________________________
10 – Qual a característica que está presente nas 3 canções acima?
_________________________________________________________________________________________________________________________








“O conhecimento é como um jardim: se não for cultivado, não pode ser colhido!”

Provérbio africano