quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Um breve resumo: ENEIDA


http://pre-vestibular.arteblog.com.br

   Fugindo de seu destino em Tróia, Enéias foge em direção a Península Itálica e as praias de Lavínio. O mar era observado por Juno e em sua ira cruel afasta Enéias de seu caminho destruindo vários de seus navios e soldados. Após algum tempo de terror em alto mar os deuses descobrem a trama de Juno e poupam Enéias de seu fim ainda mais trágico do que o aquele que o esperava em Tróia. Ele desembarca em um lugar que era calmo e seguro podendo se tornar um porto. Este lugar era desconhecido e o restante de suas tropas desceram dos barcos e lá permaneceram graças a perseverança de Enéias que saiu a caça, pois seus mantimentos se perderam quase que por completo nas tempestades enfrentadas. Novamente Vênus intervêm a favor de Enéias para seu pai e a profecia de que Enéias construiria uma cidade e seus muros na Itália são reafirmados. Na praia, Enéias explora as fronteiras para identificar onde estava, logo percebeu que poderia estar na Líbia. Graças às bençãos de Vênus Enéias consegue informações necessárias para encontrar alguém que possa ajudá-lo. Enéias conseguiu as graças dos governantes do local e teve a bênção dos deuses a seu favor para reconstruir seus equipamentos com os recursos do rei e lançar-se a água em busca da sua nova terra após a fuga de Tróia. O sucesso de Enéias em terras estrangeiras só foi possível graças a sua piedade, e a bênção dos deuses que constantemente o ajudava em sua luta. A esperança de Enéias renasce quando ele vê a cidade de Cartago e ele sonha com a sua cidade que estava cada vez mais próxima da realidade. Entretanto, Juno não deixava Enéias respirar colocando vez ou outra, conspirações para atrasá-lo. Para a felicidade de Enéias e de seus companheiros ele sempre conseguia desfazer as tramas com muita cautela e inteligência. quando Enéias já estava na companhia da Rainha e seus preparativos em ordem ela convidava-o para festas em seu palácio, já com muito amor e bebida a rainha pedia para que Enéias contasse para seus convidados as façanhas e prodígios realizados por Príamo e Heitor, a força de Aquiles e os cavalos de Diomedes, com isso Enéias passava várias horas de conversa antes de retomar seu caminho.



Texto: ENEIDA. Virgílio  

Por Eliphas Bruno

6 comentários:

Victor disse...

a ultima palavra da quinta linha está escrito "ligar", penso que o creto seria "lugar"...
Espero ter ajudado
abraços!

Victor disse...

que o certo*

Eliphas Rodrigues disse...

está tudo certo agora! valeu!

vitor santos disse...

Muito bom Adorei,Queria conhecer esse Livro agr Deu tudu certo Muito Obg!!

juliano azambuja disse...

Li este clássico, e apresentei na faculdade como trabalho. Leitura que requer muita atenção. Muito bom livro!

Unknown disse...

Li mas não consigo lembra de tudo qui lê e tenho qui faser uma prova