quarta-feira, 2 de maio de 2012

Brasil: República Velha exercícios

01) A primeira constituição republicana do Brasil de 1891, baseada na carta dos Estados Unidos da América, tinha como princípios fundamentais, EXCETO: 
a) regime representativo com eleição direta dos presidentes da república, dos estados e membros do poder legislativo. 
b) Federalismo que permitia aos vinte estados ter autonomia para elaborarem sua própria constituição. 
c) Igualdade entre as unidades da Federação nas decisões políticas e econômicas nacionais. 
d) Presidencialismo possibilitando ao presidente da república enquanto chefe da nação, intervir nos Estados, em casos de necessidade. 
e) Sufrágio universal em que todos os cidadãos passavam a ter direito de eleger membros do executivo e legislativo. 

02) Em finais do século XIX e nas primeiras décadas da República, surgia no nordeste do país um movimento social conhecido por Cangaço. Vários fatores permitiram o aparecimento da figura do cangaceiro, EXCETO: 
a) miséria e submissão da massa rural aos grandes latifundiários. 
b) Acentuação da decadência econômica e terríveis secas que assolaram o sertão. 
c) Crescimento da industrialização na região Sudeste, atraindo mão-de-obra das regiões rurais. 
d) Desemprego e fome de milhares de trabalhadores destituídos de propriedades. 
e) Revolta contra a ordem social injusta e agressiva e a busca de justiça pelas próprias mãos. 

03) Em 1893, o peregrino Antônio Conselheiro se instalou, com seus seguidores, na fazenda abandonada de Canudos, às margens do rio Vaza-Barris, no nordeste da Bahia. 
Todas as alternativas apresentam afirmações corretas sobre o movimento de Canudos, EXCETO: 
a) A República proclamada em 1889 mostrou a sua face ditatorial na crueza com que massacrou Canudos, onde praticamente não deixou sobreviventes. 
b) Belo Monte ou Canudos foi criado como refúgio sagrado contra as secas da região e as leis seculares da República. 
c) Canudos se destacou, entre outros movimentos messiânicos da época, pela oposição frontal à monarquia e pela adoção da República como sistema de governo. 
d) Euclides da Cunha, enviado ao front como correspondente de O Estado de São Paulo, escreveu uma série de reportagens, ponto de partida para Os Sertões. 
e) O exército brasileiro utilizou, para reprimir o movimento, o que havia de mais moderno, na época, em armamentos, como canhões Krupp e bombas de dinamite. 

04) Durante a vigência do Estado Novo (1937-1945), destaca-se a implantação da legislação trabalhista. Foram medidas do governo Getúlio Vargas, EXCETO: 
a) A redução da jornada de trabalho. 
b) A liberdade de organização sindical. 
c) A remuneração de férias trabalhistas. 
d) A regulamentação do trabalho feminino. 
e) A criação dos institutos de aposentadoria. 

05) Leia o texto abaixo: 
“O Estado Novo recolheu os triunfos da década de 30, ao expor com todo e esplendor esta extraordinária transformação do direito de organização e ação coletivos em meio de identidade entre poder, lei e sociedade, de modo que a força prometida por uma sociedade crescentemente mobilizada em seu desejo de mudança foi substituída pela onipotência e eficácia das instituições governamentais e da repressão, ambas sustentadas pela mais brilhante invenção do período: o espetáculo da identidade entre Estado e povo, entre o Chefe do Estado e ‘seu’ povo.” 
(PAOLI, M. C. A Era do Estado. Folha de São Paulo. 31 dez. 1988. Folhetim. P. G-6.) 
Todas as alternativas abaixo apresentam estratégias adotadas no Estado Novo que confirmam as idéias contidas neste texto, EXCETO: 
a) A difusão de imagem de Getúlio Vargas como “Pai dos Pobres” e “Protetor dos Trabalhadores”. 
b) A garantia de associação profissional e sindical condicionada ao seu reconhecimento pelo governo. 
c) A proliferação de partidos empenhados na construção de uma nova ordem política na sociedade brasileira. 
d) O controle e a censura dos meios de comunicação pelo Departamento de Imprensa e Propaganda. 

06) O Populismo brasileiro “forma política assumida pela sociedade de massa do país”, teve suas origens na década de 30 com Getúlio Vargas. O seu colapso ocorreu durante o governo de: 
a) Eurico Gaspar Dutra. 
b) Arthur da Costa e Silva. 
c) Jõao Bastista Figueiredo. 
d) Jõao Belquior Marques Goulart. 
e) Juscelino Kubitschek de Oliveira. 

07) O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) esteve no centro da crise que resultou no golpe político-militar de 1964. 
Todas as alternativas apresentam afirmações corretas sobre o PTB, EXCETO: 
a) Alguns setores do PTB, após o suicídio de Vargas, conseguiram uma grande autonomia e defenderam a formação de uma frente popular, a Frente Parlamentar Nacionalista, para neutralizar a ala de centro do Partido. 
b) O fortalecimento da ARENA (Aliança Renovadora Nacional) junto às classes trabalhadoras urbanas deslocou o PTB de sua posição hegemônica e rompeu o equilíbrio político da década de 60. 
c) O Partido surgiu como instrumento de manipulação do governo Vargas e buscou, em especial, conter o avanço do Partido Comunista Brasileiro no controle da classe trabalhadora. 
d) O PTB manteve uma coligação eleitoral histórica com o PSD (Partido Social Democrático), que tinha sua base política no campo e era sustentado pelo localismo e coronelismo. 
e) O PTB tinha características marcadamente nacionalistas, defendia uma política estatizante em relação à economia e apresentava feição reformista. 

08) Sobre a vida constitucional brasileira, pode-se afirmar que: 
a) A tradição da reforma, e não mudança, em nossas constituições, tem garantido o aperfeiçoamento da vida jurídico-política do País. 
b) A Constituição 1946, embora liberal, continha dispositivos que permitiam colocar partidos políticos na ilegalidade. 
c) O Brasil republicano já assistiu à edição de 5 cartas constitucionais, todas elas de cunho eminentemente liberal. 
d) A Carta Constitucional em vigência aborda apenas grandes temas, sem especificar detalhes da legislação social. 

09) O Plano de Metas, aplicado pelo presidente Juscelino Kubitschek, permitiu grande prosperidade econômica durante seu qüinqüênio de governo. Sobre este plano é possível afirmar que: 
a) Estava baseado no nacionalismo econômico, dificultando a penetração do capital estrangeiro. Neste sentido foi a continuidade da política econômica de Getúlio Vargas. 
b) Era essencialmente estatizante; por isso aproximava-se perigosamente do socialismo, sendo alvo de severas críticas dos setores conservadores. 
c) Procurava atrair deliberadamente o capital estrangeiro como forma de possibilitar o desenvolvimento do país. 
d) Garantiu a independência econômica brasileira, estimulando a criação das indústrias de bens de capital. 
e) Seus principais sucessos localizaram-se no campo educacional e agrícola, devido à criação da Sudene. 

10) Todos os elementos abaixo caracterizam o Plano de Metas do Governo Juscelino Kubitschek, EXCETO: 
a) Procurou consolidar uma política deflacionária, reduzindo as emissões e impedindo a obtenção de novos empréstimos externos. 
b) Estimulou a transferência de tecnologia já obsoleta das grandes empresas monopolísticas internacionais para o Brasil. 
c) Combinou uma política de desenvolvimento maciço do setor público com uma prática de internacionalização da economia, com a abertura do capital estrangeiro. 
d) Promoveu a substituição de importações no setor de bens de consumo duráveis, atendendo assim à crescente demanda interna. 
e) Procurou romper com o estrangulamento da economia brasileira através da criação interna de um setor de bens de capital. 

11) Um Golpe de Estado derrubou o Governo Constitucional do Presidente João Goulart em março de 1964. Apartir de dezembro de 1968, uma nova fase de endurecimento do regime, chefiado pelos militares, se instaurou no país com: 
a) O Presidente Ernesto Geisel expedindo o “Pacote de Abril”. 
b) O Ato Institucional n° 1, colocado em vigor por Castelo Branco. 
c) O impedimento do vice-presidente Pedro Aleixo de assumir o governo. 
d) A decretação do Ato Institucional n° 5 pelo Presidente Costa e Silva. 
e) O Congresso Nacional autorizando a abertura de processos contra parlamentares. 

12) O ano de 1968 significou, no Brasil, o acirramento das tensões entre o governo militar e as oposições. Enquanto as oposições congregavam e manifestações consideradas progressistas e esquerdistas, os militares eram considerados radicais reacionários. Para conter a oposição e assegurar o poder do governo, o Presidente Costa e Silva, em 1968. 
a) Instituiu o AI5. 
b) Instalou o Milagre Econômico. 
c) Adotou o Plano Cohen. 
d) Introduziu o Governo de Gabinete Militar. 
e) Eliminou o tecnocracia civil. 

13) As diretrizes econômicas impostas ao Brasil pelos governos militares implantados apos 1964 caracterizam-se, EXCETO: 
a) Pela abertura do país ao capital e à tecnologia estrangeira como forma de acelerar o desenvolvimento econômico e a inserção do Brasil no “Primeiro Mundo”. 
b) Pela tentativa de melhorar gradativamente a distribuição da renda, diminuir os conflitos entre capital e trabalho e assentar as populações rurais na terra através de reforma agrária. 
c) Pela crescente intervenção do Estado na economia, como agente produtor e regulador da relações econômicas internas do País. 
d) Pelo estímulo à criação e desenvolvimento de indústrias de bens de consumo, duráveis, como a automobilística e a eletro-eletrônica. 

14) Em relação ao “Milagre Brasileiro”, é correto afirmar que: 
a) Foi um grande esforço de nacionalização da economia, sobretudo no setor de bens de consumo duráveis. 
b) Resultou na diminuição do volume de capital estrangeiro aplicado no país. 
c) Provocou uma significativa concentração de renda. 
d) Diminuiu os níveis de dependência externa da economia brasileira. 
e) Promoveu um desenvolvimento equivalente em todas as regiões do país. 

15) A reforma partidária, que implantou a pluripartidarismo no Brasil, no Governo Figueredo, tinha por objetivo: 
a) Consolidar os resultados das eleições de 1974 que deram ampla vitória ao partido do governo, PDS. 
b) Levar os liberais, concentrados no PP, para engrossar as fileiras do PRS e fortalecer o apoio do governo. 
c) Quebrar o monopólio que o MDB exercia na oposição fragmentando-o em inúmeros partidos e evitando a sua ascensão ao poder. 
d) Revigorar o PDT para que esse pudesse enfrentar o PT nas eleições majoritárias. 
e) Utilizar os antigos militantes da UDN nos quadros da ARENA para que essa fundindo-se com o PDS, vencesse as eleições para governadores. 

16) “Nós pensamos que fosse um mendigo...” 
Essa frase foi aos adolescentes que, em Brasília queimaram vivo o índio Galdino, que dormia em um abrigo de ônibus. 
Esse fato, ocorrido em 1997, pode ser associado 
a) Ao descaso e à violência com que as minorias e os pobres têm sido historicamente tratados no Brasil. 
b) Ao conflito interétnico que tem caracterizado a luta pela posse e distribuição das terras das reservas indígenas. 
c) Ao surgimento de grupos organizados de extrema direita que vêem os índios e os pobres como responsáveis pela crise do desemprego. 
d) À política de eliminação das diferenças e das desigualdades sociais, através do extermínio dos pobres. 

17) Através de um e-mail, um leitor da coluna de José Simão, na Folha de S. Paulo (Ilustrada, 19/08/97), comenta: 
“Não me considero um desempregado, apenas sou uma mão-de-obra inativa. Antes de me formar era a “esperança do futuro”. Agora, sou “problema social”. Antes fazia parte duma MINORIA que entrava para a faculdade e agora faço parte da MAIORIA que não tem emprego.” 
Esse texto expressa: 
a) Um conflito entre a elite social e a massa popular. 
b) Um descontentamento com o Plano Real. 
c) Uma análise mordaz à política neoliberal 
d) Uma oposição à abertura do Brasil à globalização 
e) Uma crítica aos perversos reflexos do desemprego. 

18) “Democracia não é somente eleição direta. Se não houver mecanismos capazes de controlar o poder, a representação da sociedade não tem significação, pois cada parlamentar sente-se titular de seu mandato e não agente daquele que o elegeu.” 
(Ives Gandra, Folha de São Paulo, 12/09/97, p. 3 )??? 
A idéia central do texto é: 
a) A eleição direta de deputados e senadores é o mecanismo que assegura a representatividade parlamentar de todos os setores da população. 
b) Numa sociedade democrática, é fundamental o direito do voto, que garante a cidadania plena. 
c) A sociedade tem o direito e o dever de escolher seus representantes no legislativo. 
d) Somente pelo voto pode-se construir uma sociedade democrática e um parlamento representativo. 
e) Democracia pressupõe o exercício da cidadania através do voto e de meios legítimos que permitiram o controle dos parlamentares. 








fonte:http://www.historiaparavestibulares.com.br/s_pagina.php?act=25

Um comentário:

História para Todos disse...

Brasil República

01- E
02- C
03- C
04- B
05- C
06- D
07- B
08- B
09- C
10- A
11- D
12- A
13- B
14- C
15- C
16- A
17- E
18- E
19- C